segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Deflagrada Operação Acre Seguro.

Reportagem: Tatiana Campos
Fotos: Luciano Ponte
Fonte: agencia.ac.gov.br


Secretário Reni Graebner (C) acredita na redução da violência impedindo entrada de armas e drogas
Secretário Reni Graebner (C) acredita na redução da violência impedindo entrada de armas e drogas (Foto: Luciano Pontes/Secom)
Arnaldo Ferreira vinha para Rio Branco com a família quando foi abordado por policiais no Posto de Fiscalização da Tucandeira, na BR 364, divisa com Rondônia. Teve os documentos dele e da esposa registrados, foi indagado sobre a guarda das crianças e precisou permitir a vistoria no veículo. O procedimento faz parte da Operação Acre Seguro iniciada neste final de semana pelo Governo do Estado em parceria com a Força Nacional.
“Eu não me incomodo nenhum pouco. Pelo contrário, acho correto e acredito que isso deveria acontecer sempre porque melhora nossa segurança enquanto cidadão”, disse o condutor.
A operação abrange as BRs 364 e 317, com ação prioritária no Posto da Tucandeira, por ser o principal ponto de entrada no estado, ressalta o secretário de Segurança Pública, Ildor Reni Graebner. Uma barreira em Xapuri também foi montada. “Temos informações de que bandidos de outros estados estavam vindo cometer crimes no Acre e conseguiam entrar e sair. Agora haverá um rigor muito maior neste controle”, explica.
video
Um dos focos principais é a busca por drogas, armas e produtos de crimes. “Impedindo a entrada de drogas e armas haverá um impacto significativo na redução da violência na capital”, acredita Graebner. A Operação envolve policiais militares e civis, além do apoio da Polícia Federal, e terá a participação de outros órgãos de fiscalização, como o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Receita Federal e Exército Brasileiro, além do efetivo aproximado de 20 homens da Força Nacional. A ação também faz parte da Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafrom).
 Condutor Arnaldo Ferreira aprova fiscalização e acredita que operação vai melhorar a segurança de todos (Foto: Luciano Pontes/Secom)

Condutor Arnaldo Ferreira aprova fiscalização e acredita que operação vai melhorar a segurança de todos (Foto: Luciano Pontes/Secom)

Prisões ou apreensões serão encaminhadas à delegacia de Acrelândia

O subcomandante da Companhia de Trânsito (Ciatran), capitão Paulo Fernandes, alertou que passam em média 400 veículos diariamente pelo posto de fiscalização. “A fiscalização, além de fundamental, traz resultados. Aqui nós já prendemos pessoas com mandados de prisão em aberto, foragidos de outros estados, drogas. É essencial fortalecer este trabalho”, destaca Paulo.
E continua: “Durante a operação verificaremos tudo, dos documentos do motorista e todos os passageiros, ao veículo, além da busca por produtos de crimes, armas e drogas”.
Em casos de prisões ou apreensões, a Delegacia de Acrelândia dará suporte.
video


Nenhum comentário: